domingo, 25 de janeiro de 2015

professoras silenciosas


A tradição Zen diz que cada flor que você vê tem uma lição silenciosa para ensinar àqueles que passam, se eles escutarem. 

A fragilidade das formas destas florzinhas me ensina a prestar atenção às infinitas delicadezas que me cercam, me ensina a parar para apreciar sua beleza diante da luz que entra pela janela da sala e isto deixa meu coração feliz e grato.



* Vasinho de Calandiva

sábado, 24 de janeiro de 2015

pisando leve pelo caminho do meio




Buda disse: "Felicidade nunca diminui ao ser compartilhada"

Pois venho partilhar a felicidade que conheci ao usar meu novo tênis!
Passo grande parte do meu dia em pé, andando pra lá e pra cá e nada de incômodos ou apertos. Há muito tempo não tinha um calçado tão confortável.

O tênis Skechers Gowalk tem feito a alegria dos meus pés!




 
Caminho do Meio: Buda ensinou a seus discípulos que os extremos da vida deviam ser evitados, que o caminho do meio é a forma de chegar ao equilíbrio, ensinou ainda, que, tanto o prazer extravagante ou abnegação exagerada deviam ser evitados. Ambos os extremos provocam sofrimento.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

solução zás-trás



Surgiram umas manchas na cúpula do abajur do quarto, tentei retirá-las com pano úmido mas ficaram ainda mais acentuadas, acho que deve ser a cola usada que com o passar do tempo e o calor da lâmpada mancha o tecido.

Nada de comprar uma cúpula nova pois janeiro é um dos meses com orçamento apertado.




Pensei em forrar a cúpula com fuxicos ou florzinhas de crochê como vi em fotos na internet mas achei seria um bom lugar para se acumular pó (sou alérgica!) então a solução rápida e eficiente foi apenas posicionar uma toalhinha de crochê  na cúpula de maneira que as manchas ficassem cobertas.

A toalhinha pode ser lavada sempre e posso variar as cores e tramas usando outras destas belezinhas de crochê.



Abajur ajeitado com gasto zero!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

moro num país tropical...


... abençoado por Deus e com temperaturas muito, mas muito altas. Este verão está pra lá de quente com chuvas e ventanias muito fortes no fim da tarde. Infelizmente estas chuvas estão fazendo estragos mas trazendo a água, que tanto precisamos, e amenizando um pouco o calor.

Estou mais calorenta a cada ano que passa, deve ser em razão dos "efeitos estufas" (no plural mesmo): o efeito estufa criado pelo homem e, o segundo, o efeito estufa do climatério, resultante do acúmulo de anos vividos, beirando os 50...

Por conta disso, prefiro as roupas mais leves, um pouco mais vaporosas. 
Outro dia, comprei algumas camisetas de malha fresquinha, porém com alças bem estreitas que deixavam o sutiã à mostra, coisa que me incomoda, então resolvi "alargar" as alças.

Deste jeito...


aplicando uma tira em crochê na extensão das alças e do decote.

E assim...


costurando uma tira de bordado inglês sobre a alça.

Alguns pontinhos à mão e passo menos calor sem ficar preocupada em esconder a lingerie.
Fica a ideia para aquelas que não aderem à moda das lingeries à mostra ou não podem (ou não querem) se livrar do sutiã.











Abraço e boa semana!